Candice Huffine: muito mais do que mais

0
399

Foi a primeira modelo na sua categoria a aparecer num calendário da Pirelli. Entretanto já protagonizou algumas capas de revista e campanhas. Candice faz parte da nova vaga em que ser tamanho xxl, afinal é um plus.

A vida está cheia de experiências incríveis não podes vivê-la obsecada com o tamanho que usas

São palavras de Candice Huffine, a modelo sensação que foi chamada a desmontar os cânones de sensualidade e da moda. Consciente do seu magnetismo e da sua importante mensagem, Huffine é o exemplo perfeito de que se pode triunfar pra lá do tamanho 36.

Assinou pela Mango para a coleção de fatos de banho Violeta que vão até ao nº 52 (bravo Mango, (Clap, clap). Mas na verdade tudo começou com uma sessão fotográfica de  Steven Meisel para a Vogue italiana onde Candice e mais 2 modelos curvy: Robyn Lawley y Tara Lynn, protagonizavam uma sessão ultra sexy. A partir desse momento as mentalidades começaram a mudar e o curvy parece ser “The new black”. Agora é a primeira modelo grande a integrar a lista de belezas do Calendário da Pirelli.

Defende que não percebe porque as modelos de tamanho grande só são chamadas a fazer uma sessão fotográfica por ano, e que elas, tal como as outras conseguem muito mais. Também não entende porque é que nas lojas a sua secção tem de estar separada das outras enquanto que tamanhos xxxs se encontram pendurados nos lineares normais. Diz que sim, está a começar a ver-se um esboço de variedade de tamanhos, mas daí até à democracia de tamanhos, ainda vamos ter de percorrer um grande caminho.

 

NO COMMENTS

LEAVE A REPLY